20 de fevereiro: Dia Nacional de Combate às Drogas e ao Alcoolismo

Postada em 20 de fevereiro de 2021 as 05:05
Compartilhe:


O uso de substâncias como álcool, cigarro, maconha, crack e cocaína, entre outras drogas é um problema de saúde pública que atinge países do mundo inteiro. As populações são afetadas em seus valores culturais, sociais, econômicos e políticos com reflexos desestruturantes na sociedade. A Organização Mundial da Saúde (OMS) classifica como doença a dependência de drogas lícitas ou ilícitas.

Entre os problemas mais recorrentes está o consumo de álcool, principalmente por ser tolerado socialmente e até encorajado em algumas culturas. O alcoolismo pode se tornar uma doença crônica, na qual o usuário fica progressivamente tolerante à intoxicação do organismo e gera sintomas de abstinência, quando a droga é retirada.

Outro problema é a maconha, droga proibida por lei mais usada em nosso país. Sua substância ativa – o tetrahidrocanabinol (THC) -, produz mudanças bastante rápidas no humor, percepção de tempo, memória e outros aspectos da função cerebral. O uso regular aumenta o risco de crises de ansiedade, depressão e psicoses, em pessoas com vulnerabilidade genética.

Sabe-se que existe uma predisposição genética para a dependência, mas outros fatores podem ser deflagradores do vício, tais como ansiedade, angústia, insegurança, fácil acesso às substâncias e condições culturais.

O consumo de drogas produz efeitos comportamentais e socioeconômicos desastrosos. Por isso, as datas de advertência e as campanhas de conscientização são muito importantes para minorar o problema. O Sindimed-BA apoia esse alerta.

Fontes: Ministério da Saúde (bvsms.saude.gov.br), Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (www.spdm.org.br), drauziovarella.uol.com.br.

 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Seguro Saúde

Vacinação

Perdeu seu posto de trabalho?

COVID-19 EPIs

Denuncie quem não paga:




Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.