Esclerose Múltipla: hoje é Dia Nacional de Conscientização

Postada em 30 de agosto de 2020 as 07:15
Compartilhe:


A esclerose múltipla (EM) é uma doença que atinge pessoas principalmente na faixa entre 20 e 50 anos, provocando lesões no sistema nervoso central (cérebro, nervos ópticos e medula espinal), com sintomas que podem ser transitórios ou definitivos. Os impulsos nervosos ficam mais lentos e a pessoa pode sentir dificuldade em realizar determinadas ações ou em seus sentidos, como perda de força em um ou mais membros, perda de sensibilidade ou formigamentos, falta de coordenação, dificuldade para caminhar, perda ou dificuldade visual e até dificuldade em controlar a urina. Os sintomas não aparecem de repente, costumam se intensificar em dias a semanas.

A EM compromete cerca de 3 milhões de pessoas no mundo, e sua prevalência pode mudar de acordo com a região. Além disso:

  • É mais comum nas mulheres, uma proporção de três mulheres para dois homens vivem com EM;
  • É a doença mais comum do sistema nervoso central em adultos jovens;
  • Não é diretamente hereditária, embora a susceptibilidade genética desempenhe um papel no seu desenvolvimento;
  • Não é uma doença contagiosa;
  • O diagnóstico acontece, geralmente, entre 20 e 40 anos de idade;
  • Há uma vasta gama de sintomas, e a fadiga é um dos mais comuns;
  • Ainda não existem medicamentos que possam curar a EM, mas existem tratamentos já disponíveis que podem modificar o curso da doença e até mesmo interromper o aparecimento de novos sintomas e mantendo a pessoa com EM com excelente qualidade de vida;
  • Um bom estilo de vida, com boa alimentação, controle de sono e estresse e atividade física regular são os primeiros passos para reduzir a inflamação no seu organismo

Fonte: https://cdd.org.br/ (Prof. Dr. Denis Bernardi Bichuetti – Neurologista)

Veja também: https://amigosmultiplos.org.br/



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Seguro Saúde

Perdeu seu posto de trabalho?

COVID-19 EPIs

Denuncie quem não paga:



Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.