Grande vitória para os “Pequenos” da Bahia.

Postada em 15 de abril de 2021 as 14:18
Compartilhe:


O Sindmed conseguiu, com ajuda do MPE, através do Promotor da Vara de Infância e Juventude, em importante reunião realizada em 13.04.2021, que a emergência pediátrica do HGRS se mantivesse de PORTAS ABERTAS, tendo sido em 14.04.2021, transferida para um espaço mais organizado para as crianças e família, melhor estruturado, com um pouco mais de leitos do que o existente atualmente, após a redução sofrida em 2020, até que a reforma do espaço adulto seja concluída e a pediatria retorne para o espaço original, mais amplo e maior.
Em 2020, o Sindmed
acionou, em caráter de urgência o MP, através do diretor Djalma Duarte, a pedido da vice-presidente, por solicitação urgente de pediatras do HGRS, preocupados com a dificuldade de acesso das crianças na emergência pediátrica e retomou a discussão já realizada anteriormente em reuniões, na qual o Sindmed não participou, a respeito de fluxo cruzado com adultos Covid e crianças na emergência pediátrica do HGRS, devido a necessidade de reforma imediata na emergência de adultos. Isso estava afastando as mães pela visível mistura na entrada e, felizmente, CONSEGUIU, na mediação, com a importante ajuda do MPE:
1. Acabar de imediato com o fluxo cruzado logo no primeiro mes da mediação, após visita in loco feita pelo diretor Yuri Serafim e o advogado do Sindmed Dr. Jorge Calabrich, também médico, compartilhada virtualmente pela vice-presidente Dra.Rita Virgínia Ribeiro e pelas Diretoras Dra. Alice Araújo e Dra. Lourdes Alzimar. O Leyaut sugerido por Dra. Rita Virgínia para evitar o fluxo cruzado foi de imediato aceito e realizado, através de uma reforma provisória por divisórias, separando acessos de adultos e crianças nessa recepção.
2. MANTER PORTA ABERTA da pediatria no HGRS, única porta aberta hospitalar pois hoje só as UPAS podem atender e regular as crianças, mas nem sempre esse atendimento é realizado por pediatras, como pontuou Dra. Dolores Fernandez, da Sociedade Baiana de Pediatria.
Como frisou Dr. Jorge Calabrich,
“Criança não é adulto pequeno”.
Todos os presentes foram unânimes em entender que criança
▪️PRECISA DE PEDIATRAS,
▪️PRECISA DE ATENDIMENTO ESPECIALIZADO.
▪️Precisa de atendimento porta aberta . Tudo em criança precisa ser resolvido com presteza.
Para que o HGRS mantenha mais adiante apenas atendimentos de média e alta complexidade, o Sindmed faz um apelo aos gestores que outras unidades hospitalares sejam aber.tas, como antes, Hospital Martagão Gesteira, Hospital Ernesto Simões, etc.
AS CRIANÇAS DA BAHIA AGRADECEM AO MPE, ao seu representante da Vara de Infância e Juventude, Dr. Carlos Martheo, pela brilhante e comprometida intervenção e apoio à essa nobre causa.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Seguro Saúde

Vacinação

Perdeu seu posto de trabalho?

COVID-19 EPIs

Denuncie quem não paga:




Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.