Campanhas de novembro alertam para o câncer de próstata e a importância da saúde auditiva

Postada em 30 de outubro de 2018 as 18:31
Compartilhe:


O mês de novembro é dedicado a duas importantes campanhas na área de saúde: Novembro Azul, ação mundial de combate ao câncer de próstata, e o Novembro Laranja, criado em 2006 em decorrência do preocupante aumento de zumbido entre a população.

Otorrinolaringologista baiana, a Dra. Clarice Saba, uma das maiores especialistas em zumbido no Brasil, comenta que o mundo está mais barulhento e as pessoas têm apresentado mais problemas de zumbido no ouvido.

“Temos sido procurados inclusive por pessoas cada vez mais novas, que apresentam sintomas de zumbido, perda auditiva e intolerância a som”, afirma a médica, que é também diretora de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia.

Ela explica que a denominação Novembro Laranja surgiu em 2014. A partir de 2017, passaram a ser feitos alertas contra dois tipos de intolerância a sons, a misofonia e a hiperacusia, que passaram a ser divulgadas no Novembro Laranja ganhando, inclusive, seus respectivos dias de conscientização: 12/11 e 13/11.

Definição

Se no seu dia a dia lhe irritam (ou mesmo causam pânico) sons semelhantes, por exemplo, ao de uma torneira pingando, à mastigação ou o clicar de uma caneta, você pode estar sofrendo de misofonia. Já no caso da hiperacusia, seu portador pode sentir dor, frustração ou até mesmo terror ao ouvir sons corriqueiros e inofensivos às demais pessoas, como latidos de cachorro, risos, toques de telefone, barulho da água corrente de uma torneira ou o ruído de aspirador de pó, dentre outros.

Em linhas gerais, as campanhas em prol da preservação da saúde humana ressaltam, dentre outras necessidades, a de se investigar corretamente suas variadas causas. Por sua vez, o tratamento precoce pode fazer a diferença na recuperação do paciente e da sua qualidade de vida. Como representante da classe médica e atento à saúde e bem-estar coletivos, o Sindimed acompanha de perto estas mobilizações e convida todos os cidadãos e ser engajarem.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by Ajaxy

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.