Colaboradores do Sindimed participam de Curso de Formação de Brigada de Incêndio

Postada em 15 de abril de 2019 as 15:56
Compartilhe:


No curso, dez funcionários da entidade foram qualificados a atuar em caso de sinistros no ambiente de trabalho.
O sábado no Sindimed foi dedicado à prevenção. Funcionários da entidade participaram de um Curso de Formação de Brigada de Incêndio com o intuito de garantir mais segurança ao ambiente institucional. Na ocasião, dez colaboradores da entidade foram capacitados para atuar em caso de sinistros de forma teórica e prática. O Grupo foi subdivido em três: equipe de combate a incêndio, equipe de abandono de área e equipe de primeiros socorros.

O tecnólogo em segurança do trabalho e bombeiro civil Washington França informou que essa ação atende à Instrução Técnica n° 17, que prevê, nas empresas, ações de prevenção contra incêndio e controle de pânico. “A prevenção é o principal foco para que sejam evitados eventos de sinistro nos ambientes de trabalho. O objetivo e a importância da formação de brigada nas instituições é assegurar que teremos pessoas treinadas para saber agir na ocorrência de situações de sinistro”, explicou.

O curso, que teve 8 horas de duração, foi dividido em dois temas: combate a incêndio e primeiros socorros, ambos com abordagem teórica e prática – através de simulações de combate a incêndio e de primeiros socorros. Os funcionários conheceram o “tripé da emergência”, que orienta acerca das prioridades em casos de situações de emergências, são elas: vida, patrimônio e atendimento.

No módulo de combate a incêndio a equipe aprendeu sobre prevenção, sinalização, combate ao incêndio e abandono de área. Os colaboradores foram treinados também para identificar, classificar e utilizar o extintor correto para cada tipo de incêndio, além do uso adequado das mangueiras.

No módulo de primeiros socorros as orientações foram sobre os protocolos de segurança, avaliação de cena do acidente, avaliação da vítima. Além disso, foram treinados sobre como agir em caso de via aéreas obstruídas, no controle de hemorragias, imobilizações, transportes de vítimas, imobilizações com colar cervical, vítimas de queimaduras, entre outros casos.

Equipamentos para simulação foram utilizados no treinamento


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    
  • [yop_poll id=”1″]



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.