Demissão de médicos “tamanho G”

Postada em 8 de abril de 2021 as 20:06
Compartilhe:


É impressionante a falta de sensibilidade e de cuidado com a saúde coletiva por parte do Governo do Estado. Enquanto a população se vê fragilizada frente ao Coronavírus e os médicos se desdobram na linha de frente de combate à mais grave pandemia deste século, o governador Rui Costa simplesmente demite cerca de 800 médicos.

Retirar dos médicos a possibilidade de contrato via CLT, dentro de uma realidade de 12 anos sem concurso, é negar ao profissional o direito de afastamento por doença; é querer restringir o direito da médica a engravidar, ao suprimir o direito à licença maternidade; é expor os médicos à insegurança permanente do seu vinculo; é retirar dos médicos mais jovens qualquer projeto de carreira. Numa palavra, é: DESUMANIDADE!

Há 2 anos, o Sindimed-BA vem tentando interlocução com o governo, sem sucesso. Agora, com mais essa atitude de aprofundar a precarização, o governo deixa ainda mais claro seu viés impositivo e autoritário.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Seguro Saúde

Vacinação

Perdeu seu posto de trabalho?

COVID-19 EPIs

Denuncie quem não paga:




Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.