Dia da Criança com Deficiência

Postada em 9 de dezembro de 2020 as 10:42
Compartilhe:


Muito importante dedicar uma data para trazer essa questão a público, contribuindo para a conscientização sobre a importância do acolhimento em nossa sociedade. A pessoa com deficiência, dos mais variados tipos e graus, precisa ter garantido seu direito à inclusão.
A criança especial, principalmente, necessita desenvolver o sentimento de pertencimento, para que suas capacidades latentes aflorem. Toda família que tem uma criança nessa condição apresenta uma dinâmica particular. Em geral, experimenta receios, preocupações e ansiedade, pois, infelizmente, ainda é frequente a discriminação.
O que no início pode representar dificuldades para a família, como a síndrome de Down, por exemplo, com o passar do tempo e cuidados necessários pode transforma-se em um aprendizado para a vida.
O melhor remédio contra o preconceito é a informação. Nesse sentido, o papel da escola é fundamental. Quando a família se sente apoiada pela escola, isso se reflete também sobre a criança. Os pais precisam se sentir tão incluídos quanto seus filhos.
Felizmente, hoje, há alguma evolução a partir da compreensão da questão e tenta-se minimizar os efeitos de tantos anos de exclusão. A simples substituição da palavra “deficiente” por “especial”, já produziu resultado, pois altera a atitude de quem passa a entender que existem necessidades especiais.

SUS atuante

Segundo registra o site do Ministério da Saúde, em dezembro de 2011, foi lançado o Viver Sem Limite: Plano Nacional de Direitos da Pessoa com Deficiência e o Ministério instituiu a Rede de Cuidados à Saúde da Pessoa com Deficiência no âmbito do SUS, estabelecendo diretrizes para o cuidado às pessoas com deficiência.
Por meio do Programa de Triagem Neonatal, incluindo o teste do pezinho, o teste da orelhinha e o teste do olhinho, as ações de prevenção das deficiências por causas evitáveis e a identificação e intervenção precoce estão integradas à Rede de Cuidados a Pessoa com Deficiência e à Rede Cegonha.
Os Centros Especializados em Reabilitação e Oficinas Ortopédicas integram a rede do SUS, que oferece atenção às crianças realizando a estimulação precoce, o diagnóstico e reabilitação das crianças com deficiência.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Seguro Saúde

Perdeu seu posto de trabalho?

COVID-19 EPIs

Denuncie quem não paga:




Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.