Dica Cultural: homenagem ao Dia do Samba

Postada em 1 de dezembro de 2017 as 12:21
Compartilhe:


Sabe por que o Dia Nacional do Samba cai em 2 de dezembro? Não é a data de nascimento de Tia Ciata, em Santo Amaro da Purificação (1854). Também não é 6 de novembro, data que em 1916 registra a gravação do primeiro samba no Brasil, ‘Pelo Telefone’, de Ernesto Joaquim Maria dos Santos, o Donga), no Rio. Aliás, ‘Pelo Telefone’ foi gestado na cas de Tia Ciata, já morando na então Capital Federal. ‘Pelo Telefone’, com partitura para piano de Pixinguinha, foi gravado na voz do cantor Baiano, também nascido em Santo Amaro .
 
 O Dia Nacional do Samba surgiu por iniciativa de um vereador baiano, Luis Monteiro da Costa, para homenagear Ary Barroso. Ary já tinha composto seu sucesso “Na Baixa do Sapateiro”, mas nunca havia posto os pés na Bahia. Esta foi a data que ele visitou Salvador pela primeira vez. A data se instituiu em 1963. Depois, a festa foi se espalhando pelo Brasil e virou uma comemoração nacional.
            
Na capital
 
No próximo domingo, 3, a comemoração ao Dia do Samba – acontece num cortejo pelas ruas do centro de Salvador. A partir das 13 horas, 9 trios dos blocos que integram a União das Entidades de Samba da Bahia (Unesamba) saem do Campo Grande para a 12ª edição da Caminhada do Samba com as melhores atrações do gênero que vão animar o Carnaval 2018.
 
Pro seu notebook, sugerimos
 
xisto-bahia
 
Isto É Bom – lundu de Xisto Bahia – 1º disco gravado no Brasil, no ano de 1902
 
 
chocolate-da-bahia-f
 
‘A Cobra Mordeu Caetano’, de Chocolate da Bahia. Não só pelo ótimo humor da letra, mas por que o disco no qual está a música, de 1977, ganhou edição em CD em outubro próximo passado, 40 anos depois
 
 
cosme_e_damiao
 
Pra incluir a devoção a Cosme e Damião (padroeiros da saúde e dos médicos), (mas não só) a carioca Teresa Cristina com o gênero samba de roda
 
31-beth-carvalho-canta-o-samba-da-bahia-2007-emi-300x300
Se vale carioca no samba, ouça e veja, no fim de semana, o DVD completo do show ao vivo no Teatro Castro Alves de 2007 ‘Beth Carvalho Canta o Samba da Bahia’, vencedor do Grammy na categoria samba em 2008.
 
 
Com direto a composições de Tião Motorista, Dorival Caymmi, Gordurinha, Batatinha, Ederaldo Gentil, Gilberto Gil, Geronimo, Caetano Veloso, Assis Valente, em 95 minutos! 
 
No show, canjas de (pela ordem) Danilo Caymmi, Daniela Mercury, Carlinhos Brown, Riachão, Gilberto Gil (então ministro), Roberto Mendes, Mariene de Castro, Armandinho, Edil Pacheco, Margareth Menezes, Waltinho Queiroz, Maria Bethania, Caetano Veloso, Ivete Sangalo, Nelson Rufino e Olodum. 
 
Haja celebração… 

O checklist do CD derivado, até para fixar melhor as faixas deste momento, no site oficial de Beth.

 

Texto e pesquisa de Marko Ajdaric.
https://www.facebook.com/marko.ajdaric.79

Material exclusivo do Sindicato dos Médicos da Bahia. Não se autorizam cópias, no todo ou em parte.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.