SINDIMED cobra do Estado definição sobre o duplo vínculo

Postada em 11 de fevereiro de 2019 as 19:21
Compartilhe:


Prezados colegas e população em geral.

No próximo dia 8 de março é o prazo limite dado pelo ministério público da Bahia para que médicos concursados pela Sesab e que possuem vínculos de pessoa jurídica tenham que fazer suas escolhas acerca de qual vínculo ficarão.

Há muitos anos o governo do Estado não promove concurso que é a forma prevista na lei de ingresso ao serviço público e, ao longo de anos, os próprios gestores ofertaram , por força da necessidade de mão de obra, a modalidade de vínculo por meio de Pessoa jurídica (PJ)

O SINDIMED vê com preocupação posto que até o presente momento a secretaria de saúde não apresentou à classe médica um plano claro de proposta do modo como serão preenchidos os postos de trabalho e essa falta de clareza gera, entre os profissionais, ansiedade, dúvida e certa incapacidade de optar de modo refletido qual vínculo abraçará bem como se planejar em uma possível recolocação no mercado.

É claro o risco de desassitência da população posto que não foi sinalizado nenhum plano claro de substituição de vinculo por parte do gestor maior e já tivemos noticias dos colegas de escalas já com horários vagos a partir de março.

Por outro lado, o Sindimed, representante da classe médica vê com extrema preocupação a progressiva precarização dos vínculos médicos o que gera intensa insegurança tanto da parte dos médicos bem como por parte das instituições.

O sindimed, Solicita do Estado a manutenção de direitos, o cumprimento da lei onde prevê concurso, e chamamos a atenção que a falta de concurso público impacta no médio e longo prazo até na manutenção de aposentadorias e do benefício do Planserv visto que a base de contribuintes só decresce ano após ano.

Resta perguntar se o Estado da Bahia quer desmontar o serviço público.

O Sindimed segue atento e ativo!

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by Ajaxy

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.