Greve é cancelada no Manoel Victorino após promessa de pagamento de atrasados

Postada em 6 de outubro de 2017 as 15:58
Compartilhe:


Os médicos do Hospital Manoel Victorino, em Nazaré, suspenderam a deliberação de parar por tempo indeterminado após serem informados de que já haviam sido alocados recursos suficientes ao pagamento de maio e junho. A informação foi repassada na quinta-feira (5), data de realização de assembleia no Sindimed para a deflagração do movimento. Contudo, a categoria continua mobilizada, em ‘estado de greve’, atenta ao cumprimento da promessa de pagamento.

Este é mais um gesto de tolerância e boa vontade dos profissionais no sentido de ver resolvido o grave problema da falta de pagamento e dos recorrentes atrasos salariais, que tanto prejuízo vêm causando aos médicos com vínculo PJ do Manoel Victorino, hospital especializado em cirurgias ortopédicas, pertencente ao Estado, mas de administração terceirizada. O Sindimed, inclusive, enviou ofício informando sobre a decisão dos trabalhadores à Sesab e à empresa administradora, o IBDAH.

O atraso de maio e junho é apenas uma parte do passivo. Tanto que o ofício do Sindimed aponta como reivindicação dos médicos a atualização dos demais meses em atraso e a regularização das datas de pagamentos futuros, conforme o seguinte cronograma:

  • Julho de 2017: até 30/10/2017
  • Agosto e setembro de 2017: até 30/11/2017
  • Prazo para pagamentos a partir de outubro de 2017: até o dia 20 do mês subsequente ao trabalhado

Durante a assembleia, os médicos também deliberaram parar por tempo indeterminado em caso de descumprimento dos prazos citados. Por sua vez, os participantes também abordaram a necessidade de uma discussão urgente com os gestores sobre o reajuste salarial dos clínicos do Manoel Victorino.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.