Insegurança e atraso salarial atormentam a vida dos médicos em Cajazeiras VIII

Postada em 30 de novembro de 2018 as 19:16
Compartilhe:


As equipes de plantão na Unidade de Emergência de Cajazeiras VIII voltam a cobrar mais segurança. Antes, os profissionais contavam com a presença de uma dupla de policiais militares, que utilizava um ponto de apoio naquele posto. Mas foram retirados pelo estado há cerca de um ano.

Unidade médica fica em zona violenta de Salvador

O ponto de apoio continua apto a ser utilizado, inclusive com aparelho de ar condicionado, mas sem a presença dos agentes. Uma das médicas, que preferiu não se identificar, disse que a sensação de insegurança é constante, mas aumenta sobretudo à noite e aos fins de semana, quando se eleva o consumo de bebidas alcoólicas e de drogas no entorno da unidade, na periferia de Salvador.

Atraso salarial

Numa visita à Unidade de Emergência de Cajazeiras VIII nesta sexta-feira (30), o diretor do Sindimed-BA, Yuri Serafim, ouviu queixas também sobre o frequente atraso salarial dos médicos contratados pela Fundação José Silveira (gestora terceirizada do posto). Há casos em que o período de atraso supera os dez dias. É também comum o médico sair de férias sem receber o valor correspondente àquele período.

Os plantões na unidade de saúde contam com dois clínicos e dois pediatras. Onze dos médicos pertencem à Secretaria da Saúde do Estado da Bahia e 30 à Fundação José Silveira. Os médicos da Sesab reclamam que não há substituição quando um profissional sai de férias, licença-prêmio ou licença médica. Isso sobrecarrega os colegas e tende a prejudicar o atendimento, podendo gerar reclamações, agressões físicas ou verbais dos pacientes ou acompanhantes mais exaltados.

Acidente

Recentemente, um beliche do conforto médico quebrou e por muita sorte uma plantonista não se feriu após a queda de um colega que estava na parte superior. Após vários dias de espera pela substituição, a Sesab enviou um beliche de metal que apresenta ferrugem em  várias partes.

“Novo” beliche enviado pela Sesab apresenta ferrugem



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by Ajaxy

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.