Mandetta defende aproximação do MS com médicos e suas representações

Postada em 3 de janeiro de 2019 as 16:35
Compartilhe:


Em seu discurso na cerimônia de transmissão de cargo, em Brasília, nesta quarta-feira (2), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que “cada centavo economizado por esse ministério tem que ir para objeto fim, que é a assistência. Não dá para gastar dinheiro sem saber”. Além de prometer moralidade nos gastos do MS, defendeu uma aproximação com os médicos e suas entidades representativas e prometeu empenho na criação de um terceiro turno de atendimento nas unidades de atenção básica de saúde.

Sobre este ampliação do horário de atendimento nas unidades, ponderou que muitas vezes os cidadãos saem muito cedo para trabalhar e retornam para casa quando a unidade já está fechada. Médico e ex-secretário de Saúde de Campo Grande (MS), Mandetta já havia tomado posse oficialmente como ministro na terça-feira (1º) em outra cerimônia com a presença do presidente Jair Bolsonaro, em substituição a Gilberto Occhi, da equipe de Michel Temer.

CLIQUE  E ASSISTA PRINCIPAIS TRECHOS DO DISCURSO

CLIQUE AQUI  E ASSISTA O VÍDEO NA ÍNTEGRA



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by Ajaxy

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.