Médicos da Maternidade de Referência definem por paralisação contra atraso de salários

Postada em 8 de setembro de 2017 as 13:07
Compartilhe:


Os médicos da Maternidade de Referência, em assembleia realizada no último dia 6, decidiram paralisar as atividades por 48h nos próximos dias 14 e 15. O protesto é contra os atrasos de salários que vêm ocorrendo há mais de um ano. A paralisação esta condicionada a confirmação do atraso do salário do mês de agosto cujo prazo legal para pagamento se encerra nesta sexta (8).

Os médicos reivindicam ainda a contratação através da CLT, proposta já aceita pela empresa Hygia, mas até agora não cumprida.

Histórico de irregularidades trabalhistas

Os profissionais da Maternidade de Referência tem sido vítimas de uma série de irregularidades trabalhistas nos últimos anos, sendo o atraso de salários a parte mais visível. A Santa Casa de Misericórdia, ao deixar a administração da unidade, deixou um débito milionário com os trabalhadores. A Hygia vem trilhando o mesmo caminho. A despeito dos prejuízos evidentes, para a sociedade, deste modelo de contratação, a SESAB insiste em terceirizar as suas unidades.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.