• Sindicato dos médicos
    Sindimed Sindimed

    Médicos de Camaçari mantém greve e agendam manifestação para próxima terça

    Postada em 2 de fevereiro de 2018 as 10:29
    Compartilhe:


    Os médicos de Camaçari, reunidos ontem em assembleia, decidiram manter a greve, que já dura mais de um mês. A prefeitura vem tomando medidas diversionistas em vez de negociar com seriedade, o que tem causado indignação nos profissionais. A mais recente foi o corte indiscriminado de salário dos servidores, independente da adesão a greve. Outro fato lamentável foi a tentativa do prefeito jogar a opinião pública contra a greve dos médicos utilizando um evento isolado ocorrido na UPA de Abrantes, unidade que não aderiu a greve.

    Enquanto isso, a saúde do município continua às moscas, com unidades caindo aos pedaços, paciente com dificuldade de adquirir medicações e realizar exames, sem que medidas efetivas sejam tomadas.

    Manifestação denuncia caos na saúde

    Para dar visibilidade a esta situação, foi definido uma manifestação na próxima terça (6), em frente a prefeitura, no período da manhã, com o “Mural da Vergonha”, uma exposição de fotos e fatos sobre a saúde. Em paralelo, serão produzidas mais mídias para distribuição por via eletrônica. À noite, às 19h30, os médicos voltam a se reunir em assembleia para discutir sobre ações do movimento.

    Sindimed vai acionar Justiça contra o corte de ponto

    No campo jurídico, o Sindimed já recorreu da ação judicial impetrada pelo prefeito e vai ingressar com uma ação contra o corte de ponto. Para isso, o profissional que teve o salário cortado deverá encaminhar o contracheque do mês para sindimedba@gmail.com com o assunto “Corte de Ponto Camaçari”.

     

    ASSEMBLEIA 

    06/02 – TERÇA-FEIRA

    19H30

    LOCAL: SINDIMED

     



    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.