Médicos de Ribeira do Pombal podem restringir atendimentos

Postada em 4 de fevereiro de 2020 as 18:43
Compartilhe:


O Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia realizou, na segunda-feira, 3 de fevereiro, uma reunião na cidade de Ribeira do Pombal, com os médicos que atuam no Hospital Geral Santa Tereza.

Eles estão sem receber pagamentos, há três meses. Ficou definido, na ocasião, um cronograma para que os pagamentos sejam regularizados pela nova empresa gestora, Instituto Mudar e Melhorar. Caso não seja cumprido, será iniciado pela categoria um movimento de restrição nos atendimentos.

Na reunião, o Sindimed-BA esteve representado pela sua Presidente, Dra. Ana Rita de Luna Freire Peixoto e pelo advogado da entidade, Dr. Alessandro Venas.

“Tivemos inclusive a informação de que a Secretaria de Saúde do Estado fez o repasse dos valores relacionados ao mês de dezembro de 2019 ao COISAM, Consórcio que administra o hospital, contudo, sequer o pagamento do mês de novembro foi efetuado para os médicos”, afirma Dra. Ana Rita.

A presidente do Sindimed-BA conta que outra queixa mencionada pelos profissionais é de que não há fluxo de comunicação e relacionamento estabelecidos entre o Instituto e o corpo clínico, de modo que eles enfrentam dificuldadeS até para saber a quem se dirigir para formalizar alguma solicitação.

Segundo ela, o sindicato identificou ainda que não há contrato formalizado entre os médicos e a atual empresa gestora.

“Os médicos informam também que as condições de trabalho no hospital pioraram notadamente em relação aos equipamentos, muitos apresentando defeitos ou quebrados, sem reposição por novos”, completa a Dra. Ana Rita. Ela diz, que em relação a gestora anterior, Cooperativa Mais Vida, os médicos afirmaram que não há pendências de pagamentos. A presidente ressalta ainda que em qualquer hipótese, sendo confirmada a restrição de atendimentos, continuarão ser atendidos casos de urgência e emergência.

 

Médicos de Ribeira do Pombal podem restringir atendimentos no Hospital Santa Tereza

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


COVID-19 EPIs

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    
  • [yop_poll id=”1″]



  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.