Médicos defendem união na luta por um Planserv de melhor qualidade

Postada em 29 de janeiro de 2019 as 22:27
Compartilhe:


Na mobilização por um Planserv de melhor qualidade e mais respeito aos profissionais de medicina, o Sindimed realizou nesta terça-feira (29) nova assembleia com representantes da categoria. A disposição é ver atendidas pelo Governo do Estado as reivindicações de reajuste da tabela, contratualização sem intermediários e pagamento direto dos honorários, além do fim da política de cotas financeiras.

Presidente do Sindimed defendeu união como estratégia de luta

Embora o governo diga que o serviço vai bem, isso não passa de falácia. O fato é que o Planserv vem sendo desmontado e os usuários sofrem com restrições nos atendimentos, dentre outros problemas. Recomposição dos valores da tabela de referência, defesa profissional e interlocução com o Ministério Público são pontos defendidos pelo Sindimed num momento que exige muito mais diálogo do que omissão por parte dos gestores estaduais.

Consenso

No encontro desta terça-feira, os representantes da categoria votaram em peso pela manutenção da CBHPM de 2018 como base de negociação pelo Sindimed, defenderam que os pagamentos sejam feitos diretamente aos médicos e que sejam pagos os procedimentos autorizados e realizados, além dos atrasados.

Assembleia teve forte presença dos representantes médicos

A presidente do Sindimed, Ana Rita de Luna, pontuou que a coesão de propósitos e a união de todos os profissionais são fundamentais para o êxito na busca de uma negociação com o Governo do Estado. Palavras reforçadas pelo presidente da Associação Bahiana de Medicina (ABM), Robson Moura, que destacou a importância do apoio geral neste movimento capitaneado pelo Sindimed. Participaram da assembleia, médicos, representantes de várias cooperativas médicas, ABM e Cremeb, dentre outros, todos cientes da necessidade de reforçar a representatividade jurídica do Sindimed no processo.

Está marcada, inclusive, para esta quarta-feira (30), às 16h, uma reunião entre representantes da Coopanest (Cooperativa dos Médicos Anestesiologistas da Bahia) e o promotor de Justiça, Rogério Luís Gomes de Queiroz, que é coordenador do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Saúde (Cesau) do Ministério Público do Estado da Bahia. O encontro será no Centro Administrativo da Bahia.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    
  • [yop_poll id=”1″]

  • Enquete

    O Sindimed está atualizando e ampliando sua carteira de convênios e parcerias.

    Participe dessa enquete fazendo sugestões de produtos e serviços que você gostaria de ver incluídos no Guia de Convênios do Sindicato.

    A exemplo de: Cursos, Escolas, Lojas,Restaurantes, Salões de Beleza, Postos de Gasolina etc...



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.