• Sindicato dos médicos
    Sindimed Sindimed

    Médicos do 16º Centro de Saúde do Pau Miúdo estão em estado de greve até dia 8

    Postada em 1 de fevereiro de 2018 as 12:26
    Compartilhe:


    Caso o pagamento dos salários atrasados não seja feito até dia 8/02, prazo acordado em audiência no MPT, os profissionais paralisarão as atividades, mantendo somente urgências e emergências.

    Os médicos celetistas e “PJ” do 16º Centro de Saúde de Salvador Maria da Conceição Santiago Imbassahy, localizada no Pau Miúdo, decidiram em assembleia realizada na noite desta quarta-feira (31), no Sindimed, entrar em estado de greve imediato, até o dia 8 de fevereiro. Os profissionais protestam contra as péssimas condições de trabalho oferecidas pela unidade pertencente à Prefeitura e administrada pela Pró-Saúde, como atraso salarial e do 13º salário de 2017, falta de medicamentos básicos, materiais, equipamentos e estrutura física deficiente.

    No mesmo dia foi realizada uma audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT), quando ficou acordado que o pagamento do 13º salário de 2017 deverá ser feito até o próximo dia 8. Caso o compromisso não seja honrado pela gestão, os médicos vão paralisar as atividades, por tempo indeterminado, a partir das 17h do dia 8, mantendo a assistência apenas aos casos de urgência e emergência.

    Na assembleia, foi unânime a certeza sobre a necessidade de médicos celetistas e “PJ” reivindicarem juntos, já que são profissionais que exercem as mesmas funções.

    Confira a pauta completa de reivindicações:

    1. contratação pela CLT de todos os médicos atualmente com vínculo PJ, sem perdas remuneratórias;
    2. pagamento integral do mês trabalhado para todos os médicos “PJ”, sem exceções, até o 10º dia do mês subsequente ao laborado;
    3. readequação da estrutura da unidade, com a instalação de salas para procedimentos infectados (drenagens de abscesso) e de emergência (parada cárdio-respiratória);
    4. reimplantação do laboratório de análises clínicas, com funcionamento na própria sede da unidade, durante as 24 horas de cada plantão;
    5. cálculo do adicional de insalubridade sobre o salário base;
    6. melhoria das condições básicas de trabalho (garantia da regularidade do provimento de medicamentos básicos, materiais e equipamentos)
    7. respeito à escala de férias e pagamento do adicional de férias no prazo legal.

     



    Uma resposta para “Médicos do 16º Centro de Saúde do Pau Miúdo estão em estado de greve até dia 8”

    1. […] médicos PJ. Considerando o corpo clínico indivisível, independente da forma de contratação, anunciaram uma greve a ser iniciada caso não fossem quitadas as parcelas em atraso dentro do prazo prometido.  No […]

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.