MedNews 94 – Abusos contra médicos e funcionários se agravam na UPA do Curuzu

Postada em 18 de setembro de 2020 as 09:45
Compartilhe:


A situação está cada vez mais grave na UPA Mãe Hilda, no Curuzu. Medicos são assediados moralmente para que troquem seu regime de contratação de CLT para Pessoa Jurídica. Uma médica foi demitida e outro foi transferido de posto por não concordarem com essa imposição da gestora da UPA. No dia 14 de setembro a direção da unidade chegou a acionar os seguranças da UPA para expulsar de sua área externa dirigentes sindicais de três entidades de trabalhadores da saúde.
No interior do estado, em Alagoinhas, o descaso com a a saúde da população e com os direitos trabalhistas dos médicos continua. Pela segunda vez consecutiva, os gestores da saúde pública de Alagoinhas não comparecem à teleconferência agendada com o Sindimed, para tratar dos atrasos salariais e outros problemas que os profissionais vêm enfrentando no município.

Sindimed e Cremeb visitam Multicentro do Vale das Pedrinhas e encontram muitos problemas.

Leia esses e outros assuntos aqui, no MedNews desta semana.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Seguro Saúde

Perdeu seu posto de trabalho?

COVID-19 EPIs

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.