Ministério Público poderá ser acionado para coibir irregularidades na Emergência de Cajazeiras VIII

Postada em 20 de novembro de 2018 as 22:38
Compartilhe:


Os médicos do Posto de Emergência de Cajazeiras VIII reuniram-se, mais uma vez, com a diretoria do Sindimed, na noite desta terça-feira (20), quando reiteraram as difíceis condições de trabalho que enfrentam na unidade. Durante mais de uma hora, os profissionais relataram diversas irregularidades e foram orientados pelo Sindicato sobre as providências a serem tomadas.

A assembleia definiu que será realizada uma vistoria na unidade, a partir da qual o Sindicato produzirá um relatório. As irregularidades constatadas serão encaminhadas ao Ministério Público do Trabalho (MPT), quando o Sindimed solicitará a elaboração de um Termo de Ajuste de conduta (TAC) para sanar a situação.

Além das precárias condições de trabalho, falta de material básico, número de plantonistas reduzido nos finais de semana, atraso salarial e não-pagamento de férias, os médicos se queixam da falta de segurança no local, que gera grande estresse nos plantões.

A situação já havia sido tratada na reunião do dia 4 de setembro, a partir do que o Sindimed encaminhou ofício à Sesab e à Fundação José Silveira (FJS), que administra a emergência. Até o momento, entretanto, os ofícios seguem sem respostas.

Inconformidades quanto ao repouso médico

Outro problema levado ao conhecimento do Sindimed foram os relatados em relação ao conforto médico, como prevê a legislação trabalhista.

Surpreso com a dimensão das irregularidades relatadas, o advogado do Sindicato, Jorge Calabrich, esclareceu as dúvidas em relação aos direitos que estão sendo desrespeitados pela FJS.

A presidente do Sindimed, Ana Rita de Luna e a vice Rita Virgínia, orientaram os médicos a fazerem um relato, por escrito, com todas as queixas. O documento servirá como base para ações do Sindicato no sentido de corrigir os problemas e assegurar que os direitos sejam respeitados.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by Ajaxy

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.