MPT SERÁ CHAMADO PARA MEDIAÇÃO NO CENTRO DE SAÚDE RAMIRO DE AZEVEDO

Postada em 11 de maio de 2016 as 17:08
Compartilhe:


 
Reunião no Centro de Saúde Ramiro de Azevedo, no Campo da Pólvora, nesta quarta (11), discutiu as condições de trabalho na unidade, em especial a precariedade e os ambientes insalubres em que fazem os atendimentos. Além disso, há uma queixa geral sobre a norma da Secretaria Municipal de Saúde que regulamentou o registro de ponto. O sistema é totalmente inflexível e incompatível com as necessidades para o bom andamento dos atendimentos na unidade.
 
O Centro, que já foi referência para o tratamento de tuberculose quando pertencia ao Estado, hoje, municipalizado, faz todo tipo de atendimento, mas não vem recebendo a manutenção adequada, não dispõe de estacionamento suficiente para os funcionários e criou uma verdadeira camisa de força no gerenciamento dos horários dos profissionais que lá atendem.
 
Da reunião desta quarta-feira, participaram representações do Sindimed, Sindsaúde e Sindseps. O presidente do Sindimed, Francisco Magalhães, propôs que seja feito um encaminhamento ao Ministério Público do Trabalho, relatando os fatos e pedindo uma intermediação junto à Prefeitura, para sanar os problemas vividos no Centro Ramiro de Azevedo. Os sindicatos darão seguimento a essa proposta.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by Ajaxy

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.