Mudança de gestão no Hospital Santa Tereza preocupa médicos

Postada em 16 de novembro de 2017 as 15:16
Compartilhe:


Sindimed acionará o MPT após profissionais sinalizarem que temem calote com a saída da FJS, bem como os rumos do hospital com a chegada de uma nova administração na modalidade consórcio

img_9475

O presidente acompanhará de perto a mudança da gestão 

A atuação do Sindimed se intensifica no interior do estado. Os profissionais tem acionado de maneira recorrente a entidade para que atue na proteção dos seus direitos trabalhistas. Foi dando continuidade a esse trabalho que o sindicato esteve na última quinta-feira (9), no Hospital Geral Santa Tereza, em Ribeira do Pombal para entender a situação dos médicos que estão prestes a passar por uma mudança de gestão.  

Na reunião, o presidente, Francisco Magalhães, e o representante do setor jurídico do sindicato, Celso Vedovato, avaliaram documento feito por uma comissão de médicos, no qual a Fundação José Silveira (FJS) se comprometeu a pagar os atrasados até o fim da sua gestão. Portanto, a  FJS deu garantias aos profissionais de que ao entregar a gestão não deixará pendências. 

A preocupação dos médicos não é por acaso, tendo em vista que existiram diversos episódios de não pagamento de valores devidos por parte da FJS, fazendo com que os médicos deflagrassem greves. O documento foi redigido pelos profissionais devido à iminência de mudança na gestão do local que foi amplamente divulgada por veículos de imprensa.

Sindimed acionará o Ministério Público do Trabalho

Diante da falta de informações sobre a mudança na gestão, o Sindimed fará uma provocação ao MPT para que a empresa que assumirá o hospital esclareça os termos da mudança e como serão as modalidades de contratação. Os profissionais já manifestaram o desejo de que a modalidade de contratação da nova gestão seja via CLT.

 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.