Nos últimos dez anos, país perdeu mais de 41 mil leitos do SUS

Postada em 26 de outubro de 2018 as 17:45
Compartilhe:


Nos últimos dez anos, o Brasil perdeu mais de 41 mil leitos hospitalares no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo dados do próprio Ministério da Saúde, que subsidiaram recente estudo da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), nenhuma das regiões do país atinge hoje o índice recomendado pelo órgão federal, que é de 2,5 e 3 leitos para cada mil habitantes.

Em resumo, o total de leitos na rede pública em 2008 era de 344.573 enquanto que em 2018 são de 303.185. Para o Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed-Ba) é altamente preocupante esta elevada perda de leitos (assunto que foi manchete de capa do jornal A Tarde do último dia 24).

O estudo constata que, analisando-se a quantidade de leitos por estado de 2008 até este ano, 25 unidades federativas apresentaram queda nos índices de leitos por mil habitantes. Somente Rondônia e Roraima conseguiram obter um pequeno avanço na disponibilidade de leitos hospitalares.

Ainda segundo o levantamento da CNM, em 14 estados identifica-se a abertura de leitos, mas isto não satisfaz ao aumento populacional ocorrido para a área no período. Ou seja, mesmo com a abertura de leitos hospitalares, houve queda no índice de leitos por mil habitantes em razão do aumento populacional expressivo.

Público x privado

A realidade brasileira mostra um flagrante descompasso entre o público e o privado: enquanto no SUS foram fechadas cerca de 41.388 vagas (12% do número apresentado em 2008), a rede particular apresentou tendência inversa, ampliando sua capacidade em 18.300 leitos.

Para o Sindimed, o crescimento na rede privada se deve à insuficiência do sistema público de saúde e à dificuldade em manter seu convênio, por conta empobrecimento e do desemprego da população. Os leitos classificados como não SUS aumentaram de 116.083 em 2008 para 134.380 este ano.

De forma geral, portanto, o sistema de saúde brasileiro passou de 460.656 leitos em 2008 para 437.565 em 2018, totalizando 23.091 leitos a menos (o equivalente a seis leitos fechados por dia durante um período de dez anos).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by Ajaxy

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.