Precariedades se acumulam na UPA Mãe Hilda do Curuzu

Postada em 24 de agosto de 2020 as 20:56
Compartilhe:


Várias queixas e denúncias foram recebidas durante a vistoria que o Sindimed-BA fez à UPA Mãe Hilda, nesta segunda, dia 24 de agosto. Entre os problemas, a presidente do Sindicato, Dra. Ana Rita de Luna, detectou grande apreensão dos médicos com a perspectiva de mudança dos contratos CLT para Pessoa Jurídica (PJ), o que além de precarizar a relação de trabalho abre mais espaço para calotes e demissões. Os profissionais relatam ainda dificuldade na obtenção de EPIs e atrasos salariais. A visita serviu ainda para constatar que nada mudou em relação à precariedade das instalações físicas da unidade.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Seguro Saúde

Perdeu seu posto de trabalho?

COVID-19 EPIs

Denuncie quem não paga:



Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.