Presidente do Sindimed-Ba discute atraso de passivos trabalhistas de médicos do Hospital Municipal de Simões Filho

Postada em 20 de janeiro de 2020 as 12:47
Compartilhe:


Nesta segunda-feira (20), a presidente do Sindimed-Ba, Dra. Ana Rita De Luna Freire Peixoto se reuniu com médicos do Hospital Municipal de Simões Filho e a direção da unidade para discutir sobre o atraso dos passivos trabalhistas dos profissionais. O advogado Jorge Calabrich esteve acompanhando a presidente e orientou juridicamente os presentes sobre o caso.

A Associação de Proteção à Maternidade e a Infância de Castro Alves (APMI), que geriu o hospital até dezembro do ano passado, deixou uma dívida considerável referente ao mês de dezembro de 2019, uma parcela do décimo terceiro, recolhimento de FGTS desde março de 2017 e férias proporcionais.

No encontro, o advogado do Sindimed pontuou que o pagamento dos passivos terão que ser feitos ou pela atual empresa gestora, a Fundação da Associação Bahiana de Medicina (Fabamed) ou pela prefeitura. Calabrich frisou ainda que a partir de definição do STJ, as prefeituras são responsáveis por fiscalizar as empresas terceirizadas.

Ao final, ficou definido que a Fabamed agendará uma reunião com os setores jurídicos do Sindimed-Ba e da prefeitura de Simões Filho para encontrarem uma solução e assim quitar a dívida com os médicos. A assembleia programada para 28 de janeiro, terça-feira, no Sindicato, com os médicos que trabalham via CLT e PJ está mantida.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    
  • [yop_poll id=”1″]



  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.