Restrição de atendimentos suspensa nas UPAs de Salvador

Postada em 7 de fevereiro de 2020 as 16:27
Compartilhe:


A rápida mobilização dos médicos das UPAs municipais, garantiu que as empresas gestoras cumpram com os pagamentos dos salários referentes ao mês de dezembro. Diante do início da regularização da situação, com orientação do Sindicato, os médicos suspenderam a restrição dos atendimentos que estava programada para começar nesta sexta-feira, 7 de fevereiro.

A mobilização, entretanto, segue firme e os médicos permanecem ainda em assembleia permanente, acompanhando a quitação total dos pagamentos conforme os contratos de todas as gestoras. Para a presidente do Sindimed, Dra. Ana Rita de Luna, “ao promover os atrasos, as empresas gestoras não desrespeitam apenas os médicos, mas também a prefeitura e, principalmente, os usuários”.

A pressão dos médicos também junto à prefeitura surtiu o efeito necessário para reforçar a fiscalização sobre as Organizações Sociais (OS) que fazem a gestão das UPAs municipais, evitando que retomassem a prática dos atrasos. Algumas pendências de novembro, inclusive, também estão sendo sanadas agora.

Vale ressaltar que a Secretaria Municipal de Saúde quitou todas as notas das OS e ajudou na cobrança às gestoras quanto ao repasse dos médicos.

Atrasos não serão tolerados

Menos de dois meses após o acordo que possibilitou a normalização dos atendimentos, em novembro de 2019, e as OS chegaram a ensaiar repetir o desrespeito para com os médicos, deixando de pagar os salários no prazo estabelecido.

A restrição de atendimentos em face dos atrasos de pagamento, no ano passado, foi a única linguagem que as gestoras entenderam, quando todas as tentativas de negociação falharam e nem mesmo a reunião direta entre o secretário de Saúde Leo Prates e as OS surtiu efeito.

 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Seguro Saúde

Perdeu seu posto de trabalho?

COVID-19 EPIs

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.