• Sindicato dos médicos
    Sindimed Sindimed

    Sindimed alerta para ‘golpe da URV’

    Postada em 25 de junho de 2018 as 11:13
    Compartilhe:


    O Sindimed alerta os médicos para uma tentativa de golpe, feita por telefone: estelionatários que se apresentam como advogados do sindicato alegam que o profissional tem direito a receber R$ 45 mil referentes à recomposição salarial de servidores do estado resultante da conversão de cruzeiros reais em URV (Unidade Real de Valor), ocorrida em 1994. E que para o dinheiro ser liberado é preciso depositar antes cerca de R$ 1.500 em uma conta poupança da Caixa Econômica Federal.

    Vários médicos vêm procurando o Sindimed em consequência dos telefonemas. Os falsos advogados sindicais, que se identificaram como Paulo Henrique e Carlos Alberto, haviam lhes fornecido um telefone fixo e um celular, apontados como do Sindimed. Imediatamente, nosso pessoal do Departamento Jurídico ligou para o número fixo, que não foi atendido, e para o celular, cujo atendente logo desligou ao saber que se tratava de alguém da entidade sindical.

    Caso de polícia

    É um caso de polícia que merece ser devidamente registrado em boletim de ocorrência. Ao pedir cautela aos profissionais, o Sindimed ressalta que não ingressou com nenhuma ação na Justiça pleiteando o pagamento da URV. A ação de cobrança da URV, ingressada na 7ª Vara da Fazenda Pública da Capital, envolve aproximadamente 28 mil servidores, incluindo médicos.

    Trata-se de uma demanda legítima dos trabalhadores e que deve ser atentamente acompanhada. Para obter notícias específicas sobre o funcionalismo público, os interessados têm, inclusive, à disposição o site www.portaldoservidor.ba.gov.br.



    4 respostas para “Sindimed alerta para ‘golpe da URV’”

    1. Péricles Dantas Ribeiro disse:

      A falta de informação por parte do Sindimed aos médicos, sobre o assunto (URV) , leva a situação como a relatada.

      • Flavia Vasconcelos disse:

        Olá, a ação de cobrança da URV, ingressada na 7ª Vara da Fazenda Pública da Capital, envolve aproximadamente 28 mil servidores, incluindo médicos.
        Trata-se de uma demanda legítima dos trabalhadores e que deve ser atentamente acompanhada. Para obter notícias específicas sobre o funcionalismo público, os interessados têm, inclusive, à disposição o site http://www.portaldoservidor.ba.gov.br.

    2. ANDREA RODRIGUES FONTES disse:

      Boa tarde. Estamos recebendo as tais ligações. Hoje mesmo minha mãe ligou novamente.
      Meu pai era médico mas faleceu acerca de 5 anos.
      Eles usam da alegação de que minha mãe é pensionista e que ela teria direito.
      Eu sou advogada e sei que não. Ela não era herdeira. Era divorciada dele a mais de 20 anos.
      Vou fazer uma ocorrência. Seguem telefones deles de contato: 71-997372989.

    3. ANDREA RODRIGUES FONTES disse:

      Seguem outros dados obtidos:

      BANCO DO BRASIL, POUPANÇA/CONTA 20604-0, AGENCIA 1292-0 (AQUIRAZ-CE)
      FAVORECIDO: ANTONIO M. ARAUJO
      NOME TABELIÃ (CNB): ANA CAROLINA

      Espero termos auxiliado. Obrigada!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



    sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.