Sindimed-BA solicita à Prefeitura de Salvador que sejam convocados os médicos aprovados no último concurso

Postada em 23 de março de 2020 as 21:44
Compartilhe:


 

Sindimed-BA solicita à Prefeitura de Salvador que sejam convocados os médicos aprovados no último concurso

Nesta segunda-feira, 23 de março, o Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia, em reunião, na Secretaria Municipal de Saúde de Salvador, entregou um novo ofício ao secretário Léo Prates,  com pleitos para o trabalho de atendimento à população, neste momento de crise provocado pela Covid-19. No ocasião, a entidade foi representada pela presidente, Dra. Ana Rita de Luna Freire Peixoto e pela diretora de Comunicação e Imprensa, Dra. Clarice Saba. 

Sindimed-BA solicita à Prefeitura de Salvador que sejam convocados os médicos aprovados no último concurso

 

A Prefeitura Municipal de Salvador anunciou seleção de médicos para contratação temporária, em sistema de Reda – Regime Especial de Direito Administrativo.  Diante do fato, o Sindimed-BA pontuou que a gestão municipal realizou um concurso público para 41 médicos, em 2019, e que parte dos profissionais aprovados ainda não foi convocada. Com isso, o Sindimed solicitou que seja considerado o chamamento dos que foram aprovados no concurso e  ainda não foram convocados.

“Nós entendemos que há uma grande necessidade de contratação de médicos, porque estamos vivendo uma guerra de enfrentamento ao coronavírus, e nessa situação sem precedentes os médicos são soldados.  Sabemos que será necessário também contratar pelo Reda, neste momento, para atender a demanda emergencial da crise gerada pelo covid-19. Porém os aprovados no concurso precisam ter prioridade”, comenta a presidente do Sindimed.

Dra. Ana Rita sinaliza que a necessidade de contratação de médicos não vai cessar quando passada essa pandemia.  “Porque, na verdade, já estávamos em uma situação de defasagem de médicos concursados. Entendemos que, por isso, no ano passado, a Prefeitura lançou o Edital 03/2019 e realizou o concurso”, afirma.

Durante a reunião, o Sindimed também reforçou a solicitação já enviada anteriormente, através de ofício, à Secretaria Municipal de Saúde, pedindo que médicos com idade superior a 60 anos e/ou com comorbidades não sejam convocados para atuar no atendimento de pacientes com coronavírus. “Requeremos que médicos nesses grupos de risco sejam realocados e passem a executar suas atividades de modo que seja reduzida a exposição. Essa medida preventiva inclusive já está garantida a servidores das outras categorias”, afirma.

Segundo a presidente, também foi apresentada a solicitação de que  a Prefeitura contrate seguro de vida para os médicos estatutários e contratados em Reda que prestaram assistência aos pacientes com coronavírus. “A classe médica está sendo convocada para uma batalha que nos levará a exaustão. Plantöes dobrados, momentos de preocupação e ansiedade, tão frequentes em nossa rotina, serão intensificados. Precisamos, dentro do possível, estarmos amparados, com a tranquilidade de que as nossas famílias estão seguras e assistidas”, afirma a presidente do Sindimed.

Ela acrescenta que os médicos contratados através de pessoas jurídicas estão ainda mais expostos, dada a precariedade do vínculo.  “Por isso, para eles, solicitamos não apenas o seguro de vida, mas também um seguro que lhes assegure renda em caso de afastamento por doença “, completa Dra. Ana Rita.

 

Sindimed-BA solicita à Prefeitura de Salvador que sejam convocados os médicos aprovados no último concurso



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Seguro Saúde

Perdeu seu posto de trabalho?

COVID-19 EPIs

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.