Sindimed defende alternativas à saída de médicos cubanos

Postada em 16 de novembro de 2018 as 18:18
Compartilhe:


Atento aos desdobramentos da decisão do governo cubano de retirar do Brasil os profissionais do Programa Mais Médicos, o Sindimed-BA propõe-se a ajudar no que for possível as instituições estaduais e municipais no sentido de promover a substituição por brasileiros ou estrangeiros com diploma revalidado. E solicita uma audiência com Sesab e SMS para discutir o tema.

A entidade é sensível não só à questão do exercício da profissão nos mais diferentes lugares onde é imprescindível a presença de médicos como também à qualidade do atendimento prestado à população. E está na expectativa de que cheguem a bom termo os entendimentos mantidos entre o Ministério da Saúde, a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) e outras eventuais entidades interessadas em resolver o problema.

Seguem abaixo as cópias dos ofícios enviados pela presidente do Sindimed, Ana Rita de Luna Freire Peixoto, aos secretários de Saúde do Estado e do Município.

 

 

 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by Ajaxy

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.