• Sindicato dos médicos
    Sindimed Sindimed

    Sindimed discutirá pagamento de médicos do Hospital Ouro Negro com CMA e prefeitura de Candeias

    Postada em 27 de outubro de 2017 as 19:28
    Compartilhe:


    O Sindimed convoca os médicos para uma reunião na próxima terça-feira (31) às 18h em sua sede com representantes do Centro Médico Aracaju (CMA) e da prefeitura de Candeias para resolver o impasse no pagamento devido aos profissionais que trabalharam no Hospital Ouro Negro. São cerca de 43 médicos que até 2015 pertenciam ao quadro do hospital no período em que a unidade era administrada pelo CMA, cujo contrato foi rescindido após constatadas irregularidades na gestão.

    Há cerca de cinco meses, os médicos fizeram um acordo com a prefeitura de Candeias, estabelecendo o pagamento de direitos trabalhistas, o que ainda não foi efetivado. O Executivo municipal alega que as verbas rescisórias estão bloqueadas pela Justiça, algo em torno de R$ 3 milhões. Porém, o Sindimed entende que a questão necessita ser melhor esclarecida para que o problema seja finalmente resolvido e os profissionais devidamente pagos pelo tempo de trabalho dedicado ao hospital.

    O que não é possível, segundo o Sindimed, é continuar protelando o cumprimento de um compromisso fruto de um acordo assinado e não respeitado. Aliás, o mesmo tema será tratado em uma audiência pública marcada para o dia 7 de novembro na Justiça de Candeias, cidade da Região Metropolitana a 50 km de Salvador. O Sindimed também convoca os médicos para esta audiência, que acontecerá às 11h.



    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.