Sindimed visita a maternidade de Jequié

Postada em 4 de setembro de 2020 as 18:53
Compartilhe:


A maternidade São Judas Tadeu, em Jequié, atende uma média de 300 partos por mês e possui em seus quadros dois obstetras de plantão além de anestesistas, pediatras e neonatologistas. A maternidade está implantada em instalações modernas e adequadas.

Nessa visita feita a maternidade, que é gerida pela fundação José Silveira, o Sindimed não recebeu nenhuma queixa de falta de equipamento de proteção individual. Existem dois regimes de contratação praticados pela fundação. O profissional médico pode ser contratado tanto pelo regime CLT ou como pessoa jurídica.

A maternidade de Jequié, na realidade, tem se transformado num complexo de saúde. Ela possui um centro médico de gestação de alto risco, anexo ao hospital, e uma unidade móvel de saúde, fora das dependências do Hospital, como triagem para gestante suspeita de Covid. A UTI neonatal dispõe de 13 leitos, todos eles, no momento, estão ocupados. Já o núcleo de pré natal de alto risco da Santa Casa de Misericórdia de Jequié, tem uma média de atendimento de 10 consultas por dia e 40 por semana.

A Fundação José Silveira tem feito muitos investimentos na instalação. Ao lado da maternidade, por exemplo, foi implantado um núcleo de câncer da mulher, chamado de Jusceli Souza dos Santos. Além disso, também com recursos próprios, a fundação criou um centro de reabilitação chamado Nice Aguiar. Com instalações modernas, esse centro, que já teve a primeira etapa inaugurada, conta com um ginásio, uma área pra cooper, para estimular a marcha dos pacientes com deficiência, e uma pequena piscina.

Como resultado desses esforços temos o exemplo do garoto Gabriel (foto) que, até pouco tempo, não andava, devido a hidrocefalia. Hoje Gabriel já anda e faz fisioterapia aliada ao futebol no centro de reabilitação. O centro recepciona também pacientes de toda a comunidade, em especial, os recém nascidos da maternidade que necessitem de algum tipo de reabilitação. Para isso a unidade dispõe de um neurologista clínico e um ortopedista que, aliados à uma equipe multidisciplinar de fisioterapeutas, enfermeiros, terapeuta ocupacional, dentre outras profissões de categorias de saúde, ajudam crianças e recém nascidos da região de Jequié.

Segundo informado ao Sindimed, no dia 18 de setembro será inaugurada a segunda etapa do projeto. Nessa nova etapa será entregue uma quadra de esportes e uma piscina semi olímpica. Com rampa para cadeirantes e escadaria de acesso para os não cadeirantes, a piscina contará com cinco raias e poderá, até mesmo, abrigar competições para olímpicas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Seguro Saúde

Perdeu seu posto de trabalho?

COVID-19 EPIs

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.