Situação complicada na emergência pediátrica do Hospital Geral Roberto Santos

Postada em 21 de julho de 2020 as 11:05
Compartilhe:


Os problemas enfrentados no Hospital Geral Roberto Santos foram tema de uma reunião virtual na quarta feira, dia 16 de julho de 2020, entre o Sindimed-BA, a direção HGRS e Ministério Público Estadual . Na ocasião foi feita uma visita virtual às instalações do hospital.

Segundo denúncias que chegaram ao sindicato, pacientes da emergência pediátrica estavam entrando em contato com pacientes da emergência adulta em alguns pontos de circulação do Hospital.

Houve filmagem da ala da emergência pediátrica e da emergência adulto, a partir da entrada. O Sindimed levantou questões e dúvidas a respeito da infraestrutura do hospital. Finalmente, depois de algumas filmagens da recepção e do corredor de acesso, a Dra. Maria Alice e a Dra. Rita Virgínia, representantes do Sindimed-BA, conseguiram comprovar o fluxo cruzado de adultos e crianças, tanto na recepção como no ponto de encontro dos dois corredores, defronte as salas vermelhas da pediatria e da clinica.

Segundo foi informado pela direção do HGRS, uma reforma na emergência de adultos está agendada para que esse problema seja resolvido. Segundo a direção do hospital a obra deverá ser iniciada em agosto e será concluída em 6 ou 7 meses. A Dra. Rita Virgínia questionou a demora e sugeriu, então, que o hospital faça uma separação de espaço por divisória na recepção, evitando dessa forma o contato dos pacientes adultos com as crianças. A direção do Hospital disse que iria avaliar a possibilidade de instalar o equipamento, modificando o layout interno do setor para conseguir, assim, separar a circulação interna dos pacientes.

Outro problema levantado na reunião foi a demora no fluxo de encaminhamento da UPA para o hospital, gerando perda de tempo desnecessária entre a regulação e a chegada da criança na unidade, o que pode incorrer em dano ao paciente menor. Ao final da reunião o representante do Ministério Público Estadual, Dr. Carlos Martheo, solicitou que o Sindimed encaminhe notícia sobre essa demora no fluxo de encaminhamento dos casos pediátricos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Seguro Saúde

Perdeu seu posto de trabalho?

COVID-19 EPIs

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.