Teixeira de Freitas: Sindimed visita município e reafirma seu compromisso com os médicos

Postada em 6 de outubro de 2017 as 15:25
Compartilhe:


O sindicato foi ver de perto a situação dos médicos e se articulou com atores estratégicos para avançar na resolução dos problemas na gestão da saúde na cidade. É o caso dos médicos que aguardam convocação de concurso público, além de atrasos de salários, demissões injustificadas e a possível desassistência à população.

whatsapp-image-2017-10-04-at-4-31-05-pm

O Procurador da República, André Luis Caselli, ouviu o Sindimed sobre os problemas da saúde em Teixeira

Importantes encontros e articulações marcaram a visita do Sindimed ao município de Teixeira de Freitas, que aconteceu essa semana, entre os dias 04 e 05.  O presidente do sindicato, Francisco Magalhães, que já vem acompanhando a situação preocupante dos médicos, optou por ir pessoalmente à região para tentar  negociar as demandas existentes. A visita foi exitosa tendo em vista que a comitiva conseguiu se encontrar com os mais importantes atores em relação à gestão da saúde da cidade.

O primeiro encontro na cidade, no dia 04, foi com o Procurador da República, André Luis Caselli, que se dispôs a ouvir os problemas enfrentados pelos médicos do município. Na ocasião Francisco Magalhães e a advogada do Sindimed, Cláudia Bezerra, relataram as principais questões que têm colocado o Sindimed em alerta sobre a situação da saúde na cidade e mais especificamente no Hospital Regional de Teixeira de Freitas.

Caselli concordou com a sugestão do sindicato de que fosse feita uma audiência com representantes do MPE, MPT, Gestores representantes do município, Presidente da Comissão de Saúde e do Conselho Municipal de Saúde de Teixeira de Freitas para discutir a possibilidade de desassistência a saúde da população local e dos municípios da região com as mudanças já sinalizadas pelos gestores da saúde. O Sindimed já encaminhou a petição para que seja feita a audiência ao procurador e aguarda deferimento.

O procurador ressaltou ainda a importância da visita às unidades de saúde como forma de averiguar as inconformidades, sendo assim, lembrou a necessidade de ter profissionais que trabalham nas unidades acompanhando a fiscalização, tendo em vista que só os profissionais podem indicar os problemas. Dr Francisco, neste caso, sugeriu a criação de uma comissão, formada por médicos, que possa acompanhá-los em caso de visita.

Logo em seguida, o Sindimed visitou a Justiça do Trabalho da cidade, na qual foi recebido pela diretora da vara do trabalho de Teixeira de Freitas, Sara Almeida, a fim de conversar sobre a liminar, concedida no dia 18 de setembro, determinou o bloqueio de R$ 2 milhões nos repasses feitos pela Prefeitura. O Sindicato esteve ainda no fórum da cidade, onde conversou o Juiz Roney Moreira, que também tomou conhecimento do caso e se comprometeu a dar os encaminhamentos necessários.

O primeiro dia de visita foi finalizado com uma assembleia, feita na Sede da Unimed, com os médicos do Hospital Regional de Teixeira de Freitas. Na ocasião os profissionais relataram os problemas que têm enfrentado, bem como a apreensão acerca da mudança de gestão do hospital. Ressaltaram a importância estratégica que tem o hospital para o atendimento à população. Concurso público e demissões foram um dos assuntos mais recorrentes.

 Após ouvir os relatos, o presidente reafirmou o compromisso com os médicos de Teixeira e colocou o Sindimed à disposição pra batalhar, junto com os profissionais, as batalhas que virão, para sanar todas as dificuldades da saúde do local.  A advogada fez um resumo de todas as ações do Sindimed até o momento em torno do caso. Na assembleia ficou decidido que os médicos se manterão nos seus postos de trabalho, sem ceder às possíveis pressões da gestão e criarão uma comissão permanente de negociação, que representará os médicos. Foi acenada a possibilidade de suspensão das cirurgias eletivas como forma de pressionar os gestores.

No dia último dia de visita, a comitiva seguiu para a Câmara Municipal da cidade, lá foi recebida pelo presidente da câmara, Agnaldo Barbosa, acompanhado do presidente da comissão de saúde, o vereador Valci Vieira, e seguiu para um encontro com o Secretário de Saúde, Rodrigo Kuada. Na reunião o presidente manteve o mesmo tom de todos os outros  encontros feitos na cidade, falou sobre a preocupação do Sindimed com a situação dos profissionais e as atitudes que serão tomadas pela entidade.

O secretário de saúde afirmou que está à frente da gestão há 20 dias e que já fez uma reunião para ouvir os médicos. Falou sobre a abertura da policlínica na cidade e se colocou à disposição para atenuar as tensões que estão surgindo. Sinalizou como positiva a audiência solicitada pelo Sindimed e sugeriu que gestores de outros municípios também participem da atividade.

O presidente definiu como muito positiva a agenda cumprida na cidade e salientou que, embora o discurso dos atores acionados tenha sido de cordialidade, o sindicato continuará acompanhando de perto o caso e tomando as medidas necessárias para resolver o mais rápido possível a situação dos médicos. A liderança ainda concedeu entrevistas a veículos de imprensa locais, tornando pública a situação da saúde e dos médicos em Teixeira de Freitas.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.