• Sindicato dos médicos
    Sindimed Sindimed

    Terceirização do Planserv transfere empregos da Bahia para Santa Catarina

    Postada em 16 de janeiro de 2018 as 17:28
    Compartilhe:


    O processo de terceirização do Planserv, denunciado pelo Sindimed meses atrás, segue em marcha batida, agora com requintes de crueldade. A estrutura administrativa atualmente existente está sendo desmantelada com a demissão em massa de dezenas funcionários, muitos arrimos de família. Os empregos estão sendo transferidos para Santa Catarina, estado sede da empresa contratada.

    Além do prejuízo aos trabalhadores baianos, questiona-se a eficiência de tal modelo, abrindo mão de experiência e conhecimento acumulados no decorrer dos anos para centralizar as operações em uma equipe alheia, indiferente a realidade local e que, provavelmente, dividirá as atenções com outras redes de saúde.

    O Sindimed cobrou esclarecimentos do governo do estado.

    O vice-presidente do Sindimed e dirigente da CTB, Luiz Américo, critica as medidas de caráter liberal tomadas por Rui Costa. “Trata-se de mais um exemplo dos prejuízos do liberalismo, tanto aos trabalhadores quanto a sociedade como um todo. Perdem-se empregos, precarizam-se os existentes, o acesso dos servidores aos serviços de saúde é colocado em risco, tudo em nome de um suposto corte de custos. O neoliberalismo privilegia os interesses dos donos do dinheiro em detrimento da dignidade humana, já tem um caráter injusto por natureza e quando é aplicado na Saúde ganha ares de perversidade”, afirmou o sindicalista.



    10 respostas para “Terceirização do Planserv transfere empregos da Bahia para Santa Catarina”

    1. Victor disse:

      É um absurdo o que o senhor rui costa está fazendo com o nosso estado, desmantelando um serviço que já é extremamente precário.
      Engraçado que Ruy Costa não apresentou qualquer prova de que a transferência trará benefícios efetivos para o serviço.
      É uma total vergonha!

    2. Iolanda Rebouças dos Santos disse:

      Eu nunca acreditei nessa nova diretoria do Planserv. Uma cambada de bandidos

    3. Luiz disse:

      A verdade é que esse governo estadual está desestruturando o estado em todos os setores. É um exemplo de má administração. Os prejuízos são grandes para todos.

    4. Enaldo Lima Viana disse:

      Acho que o ministério público deve investigar, junto com a polícia federal.

      Com certeza tem falcaPTrua nesse bolo.

      Quem ganha com essa terceirização?

      Todos do PT, e principalmente o Governador Rui Costa, certamente levarão uma boa porcentagem dessa negociação.

      Temos que dar a resposta ao Governador Rui Costa nas próximas eleições de outubro deste ano.

    5. Antonio Carlos disse:

      Muita coisa errada com esse pranserv…..pagamos caros,pagamos cooparticipação…………não temos em Feira de Santana onde fazer um teste de esforço….todas as clinicas que fazem cortaram atendimento pelo planserv.

    6. Isso é um absurdo! Se agora o atendimento é precário, principalmente no interior do estado, imaginem como ficará sendo sediado o PLANSERV em outro estado , que desconhece totalmente a nossa realidade?!

    7. Planserv disse:

      Planserv não foi terceirizado e não reduz a equipe

      Diferentemente do que foi divulgado por esse Sindicato, o Planserv esclarece que não foi terceirizado e também não está promovendo redução de pessoal. Trata-se de um equívoco, já que a contratação da Qualirede não implica na terceirização nem na privatização do órgão, que continua com gestão própria e vinculação à Secretaria da Administração do Estado (Saeb).
      Além disso, desde a assinatura do contrato com a Qualirede, líder nacional em gestão de planos de saúde que venceu a licitação realizada no ano passado para apoiar o processo de modernização e fortalecimento do plano, no último mês de dezembro, nenhum colaborador do Planserv foi desligado do quadro. A empresa, por sua vez, informou à Assistência sobre a abertura de processos seletivos internos, que já estão acontecendo, voltados para contratação de mão de obra local.
      O objetivo é selecionar pessoas para prestação de serviços, previstos no edital da licitação, que serão oferecidos pela empresa. Inicialmente, cerca de 240 vagas de emprego serão abertas pela Qualirede.
      Entenda melhor – Com o apoio operacional da Qualirede, o Planserv busca o aprimoramento da sua gestão de modo a se tornar ainda melhor para seus mais de 508 mil beneficiários. A parceria visa garantir sustentabilidade de longo prazo; atualização científica e tecnológica; qualificação e especialização dos serviços; modernização e integração de processos; software com desempenho adequado e ferramenta de Business Inteligence (BI), além de análise preditiva da sinistralidade; ampliação da capacidade operacional; melhoria na assistência com ganhos na saúde do beneficiário e aprimoramento nos mecanismos de controle.
      A empresa disponibilizará software com ferramentas para gestão de plano de saúde; prestação de serviços de consultoria para aprimoramento da gestão; implementação e operacionalização de programa integrado de promoção à saúde e prevenção de doenças e agravos. Vale destacar que o sistema atual encontra-se defasado – data do início do ano 2000 – e não comporta mais as novas demandas e funcionalidades.
      Com o novo sistema, será possível manter atualizado o cadastro de beneficiários, realizar a movimentação cadastral, permitindo que a mesma seja efetuada via web, digitalizar a documentação cadastral e disponibilizá-la para acesso online.
      O novo sistema vai possibilitar o rastreamento do perfil de utilização da assistência, o que irá municiar o Planserv na implantação de programas de saúde de acordo com as linhas de cuidado mais solicitadas. Também serão desenvolvidas ações de conscientização e promoção da saúde, com monitoramento contínuo dos beneficiários identificados na estratificação, nas faixas de maior risco.Os ganhos também incluem o acompanhamento do desempenho dos prestadores.
      A meta é implementar e manter o cuidado integrado ao paciente, que será monitorado permanentemente, através do registro das informações clínicas e gerenciais. Outras vantagens da medida são a criação de um portal de serviços e site na web, o desenvolvimento de um aplicativo móvel e a implantação de uma Central de Atendimento 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano.

      Ascom Planserv

    8. Edbar Souza dos Reis disse:

      Como vai ficar o atendimento ao funcionário público estadual?
      Vejo que em algumas clínicas está havendo restrições quanto a exames.

    9. Só poderemos dar uma boa resposta, na época das eleições, banindo os falsos políticos que só prejudicam a classe trabalhadora, o e mantenedora da máquina do estado e o povo, de uma maneira geral.
      Por que prejudicar os associados e os trabalhadores da entidade, transferindo os postos de trabalho para outro estado e, com isso dificultando também, a comunicação dos associados com a entidade, que seria o Planserv.
      Essa é uma atitude autoritária que prejudicará sòmente os associados.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.