Corrida dos Médicos comemora 10 anos e agita orla de Salvador em pleno feriadão

Postada em 14 de outubro de 2018 as 10:45
Compartilhe:


Nem mesmo o feriado prolongado do final de semana arrefeceu os ânimos dos participantes da 10ª Corrida dos Médicos. Em pleno domingo de sol, às 7 da manhã, as ruas de Ondina (até a Barra) foram tingidas com o verde das camisetas dos mais de mil atletas que participaram da prova.

Os 6 km da competição foram percorridos em menos de 19 minutos pelo primeiro colocado da categoria geral, Hélio Reis, que completou o circuito com 18min e 47seg. A categoria médica também fez bonito. O primeiro colocado, o já veterano ortopedista Ricardo D’Andreamatteo, cruzou a linha de chegada aos 24min e 04seg.

A participação feminina merece igual destaque. A atleta Ediane Pires, que já acumulava duas vitórias consecutivas na prova, obteve mais um pódio com o tempo de 23min e 37seg. A jovem Dra. Tâmia Freitas, que até o ano passado disputava entre os acadêmicos, este ano chegou em primeiro lugar entre as médicas, correndo o percurso em apenas 33min e38seg.

Claro que os destaques da competição aparecem através dos melhores tempos no circuito, mas para a maioria dos inscritos o que vale mesmo é a participação. Esse sentimento foi reforçado pelo diretor do Sindimed Henrique Barreto, que esteve à frente da organização do evento. “O clima saudável do esporte é contagiante e faz com que todos se irmanem na motivação comum da superação de limites”, destacou Henrique.

Para a presidente do Sindimed, Ana Rita de Luna, além de um chamamento público à saúde e à pratica de esportes, a prova realizada pelo Sindicato cumpre muito bem o objetivo de dar maior visibilidade à comemoração do Dia do Médico (18 de outubro).

 

Alegria, competitividade e participação maciça marcaram a Corrida dos Médicos de 2018

 

Exemplos de força

Persistência e abnegação são dois atributos evidenciados por muitos dos competidores, mas vale ressaltar dois dos melhores exemplos na prova deste ano. Um deles é o de Ricardo D’Andreamatteo, primeiro colocado geral entre os médicos, que competiu na faixa dos 45 aos 54 anos. A vitória no pódio reflete uma superação ainda maior (e ponto de partida para novas conquistas). Em 2013, na luta contra a angina e a hipertensão arterial, o ortopedista decidiu emagrecer. O resultado disso? Uma redução de peso de 145kg para 75kg e muitos dividendos colhidos no quesito saúde, desde então. “Passei oito meses emagrecendo e valeu a pena”, sintetizou o vencedor, seguido no pódio pelo infectologista e epidemiologista Guilherme Ribeiro (2º) e o ginecologista Venicius Borges (3º).

O segundo exemplo de abnegação e persistência é feminino e fica por conta da recém-formada Tâmia Freitas, melhor tempo entre as médicas. Veterana na Corrida dos Médicos, a atleta está prestes a fazer a prova de residência médica esbanjando resistência física. E dá um recado para aqueles que eventualmente tenham desistido de correr por acreditarem pouco no próprio desempenho: ela não venceu na corrida do ano passado, mas este ano soube dar a volta por cima e conquistou o mais alto lugar do pódio, com o tempo de 33min e 38seg. O troféu desta prova se soma a outros quatro de corridas passadas, ainda como acadêmica. Tâmia foi seguida por Katarina Moreira (2ª) e Alessandra Lemos (3ª). Ela já conquistou três vezes o primeiro lugar na Corrida dos Médicos.

Ricardo, com o tempo de 24min 04seg, e Tâmia (33min 38seg), foram dois grandes vencedores entre os médicos

Entre os acadêmicos, na categoria masculina, o primeiro lugar ficou com Matheus Borges de Souza, 11º semestre, seguido por Pedro Loiola (12º semestre), e Marcos Pinho (6º semestre). Entre as acadêmicas, o destaque ficou com Priscila Aderne, seguida de Jéssica Lopes, que cursam, respectivamente, o 7º e o 11º semestres (não houve classificação em terceiro lugar).

A competição deste ano teve como inovação um espaço especial reservado para médicos e acadêmicos, para a estimular ainda mais a interação entre os participantes. O chamado Espaço VIP, em parceria com a Unimed ofereceu massoterapia com bioimpedância, aferição de pressão arterial e glicemia, além de um variado buffet.

 

Hélio dos Reis foi o grande campeão geral, com a marca de 18min 47 seg

CLIQUEE LEIA A CLASSIFICAÇÃO GERAL



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by Ajaxy

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.