Dia Internacional da Hemofilia: conhecer para melhor tratar

Postada em 17 de abril de 2021 as 05:05
Compartilhe:


Comemorado em 17 de abril, o Dia Internacional da Hemofilia, este ano, tem como tema _“Dominando a Hemofilia: construindo conhecimento para um melhor tratamento”_. A campanha de 2021 objetiva incentivar as pessoas com hemofilia e suas famílias a buscarem continuamente mais informações sobre o tratamento, envolvendo profissionais de saúde, gestores, influenciadores e comunidade.

A hemofilia é uma desordem na coagulação do sangue e é caracterizada por sangramentos que ocorrem espontaneamente. De acordo com a Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde, existem dois tipos da doença: A e B, podendo, ainda, ser classificada em três categorias: grave, moderada  e leve. Neste caso, às vezes, a enfermidade passa despercebida até a idade adulta.

Ainda sem cura, a hemofilia possui causa genética e hereditária. Estima-se que em cerca de 70% dos casos decorra da repetição de história familiar, mas em 30% das ocorrências, a doença é causada por uma mutação genética. A Organização Mundial de Saúde (OMS) coloca o Brasil como quarto colocado no mundo em número de pacientes, cerca de 12 mil pessoas.

Os principais sintomas são dores fortes, inchaço nas articulações, especialmente cotovelos, joelhos e tornozelos, e dificuldade em realizar movimentos. As hemorragias, intramusculares ou intra-articulares, se não forem controladas, podem desgastar as cartilagens e provocar lesões ósseas.

O tratamento da hemofilia consiste, basicamente, na reposição do fator anti-hemofílico. Os hemocentros distribuem gratuitamente essa medicação, que é fornecida pelo Ministério da Saúde.

O dia 17 de abril foi escolhido em homenagem ao aniversário de Frank Schnabel, fundador da Federação Mundial de Hemofilia e empresário canadense, que sofria de uma forma severa da doença.

Com informações do Ministério da Saúde e da Agência Senado.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Saúde mental

Seguro Saúde

Vacinação

Perdeu seu posto de trabalho?

COVID-19 EPIs

Denuncie quem não paga:




Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.