Equiparação da bolsa de residentes ao programa Médicos Pelo Brasil em pauta na Câmara Federal

Postada em 10 de fevereiro de 2020 as 13:53
Compartilhe:


Ainda no primeiro semestre deste ano, a Câmara dos Deputados deve votar um projeto de lei que assegura equiparação da bolsa paga ao médico-residente ao mesmo valor definido para o Programa Médicos Pelo Brasil. O Projeto de Lei 2803, que tramita desde maio de 2019, está atualmente na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara.

O Sindimed permanecerá atento à tramitação desse PL. Para a presidente do Sindicato, Dra. Ana Rita de Luna, “não se pode negligenciar a boa formação médica no País e isso passa, sem dúvida, pela valorização da bolsa da residência. Não é aceitável que o médico em formação continue sendo obrigado a se desdobrar em plantões e outras atividades para complementar a renda mensal de sua subsistência, como acontece atualmente”.

Distorções

A proposta deve receber maior atenção a partir de agora, na medida em que as bolsas pagas aos residentes sofrerão uma redução, a partir de 1º de março, quando o desconto do INSS passará de 11% para 14%.

O desequilíbrio é ainda mais flagrante porque para o médico residente a jornada de atendimentos é de 60 horas semanais, enquanto para os participantes do Programa Médicos Pelo Brasil os atendimentos ocupam 40 horas semanais.

O PL 2803, de autoria do deputado federal Luiz Antonio Teixeira Jr. (PP-RJ), altera a Lei 6.931/81, que dispõe sobre as atividades do médico residente. Antes de ir à votação em plenário, o PL ainda terá que passar por outras duas comissões: Finanças e Tributação, e de Constituição e Justiça.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    
  • [yop_poll id=”1″]



  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.