• Sindicato dos médicos
    Sindimed Sindimed

    Justiça do Trabalho: Sindimed representa médicos em Alagoinhas

    Postada em 13 de novembro de 2017 as 15:28
    Compartilhe:


    A ação refere-se ao pedido de reconhecimento de vínculo dos profissionais do Hospital Dantas Bião pela empresa gestora Monte Tabor

    O Sindimed esteve, na última quarta-feira (8), em audiência na Justiça do Trabalho de Alagoinhas. Na ocasião representou os médicos do Hospital Dantas Bião no tocante ao pedido de reconhecimento de vinculo dos profissionais junto ao Monte Tabor, empresa para a qual os médicos prestaram serviço antes da atual gestão.

    img_9334

    Francisco Magalhães, à esquerda e Celso Vedovato, à direita 

    O Monte Tabor alega que devido ao fato de a gestão atualmente ser de responsabilidade do Estado da Bahia, que por sua vez terceiriza para o IBDAH, já não tem mais parte nos contratos. Entretanto, no entendimento do setor jurídico do Sindimed, o argumento torna-se refutável tendo em vista que o reconhecimento de vínculo que está sendo reclamado pelos profissionais é até 30 de outubro de 2015, quando a gestora do hospital era, de fato, o Monte Tabor.

    Na audiência foram solicitados documentos para a continuidade do processo, o pedido foi deferido pela Juíza. O sindicato tem prazo de até 15 dias, a partir do dia 27 de novembro, para se manifestar acerca dos documentos juntados pelo Monte Tabor.

    Visita aos médicos do Hospital Dantas Bião

    img_9350

     Na passagem pela cidade o presidente visitou também o Hospital Dantas Bião e conversou com os médicos. Muitas queixas foram ouvidas sobre a administração do hospital, que atualmente é gerido pelo IBDAH. Os profissionais relataram que os pagamentos dos meses de julho e agosto, após longo atraso, foram pagos, porém o de setembro já se encontra vencido e ainda não foi sinalizado pagamento pela gestão.

    Os profissionais relataram que o atraso salarial já virou rotina e que muitas vezes apenas após ameaça de greve o IBDAH honra com o compromisso. Os médicos denunciaram ainda o uso de retaliação por parte da empresa gestora quando são deflagradas greves.

    Os médicos denunciaram também uma medida irregular do instituto, que tem a prática de pedir que os profissionais assinem o recibo de pagamento antes de a remuneração ter sido realmente paga.  

     



    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



  • sindimed.com.br ©2016 Todos os direitos reservados.