Não podemos cruzar os braços na Fase 1 da Covid-19

Postada em 24 de junho de 2020 as 14:34
Compartilhe:


O Sindicato dos Médicos da Bahia comunga com a imensa maioria dos médicos, da preocupação acerca da necessidade imperiosa do TRATAMENTO PRECOCE e ESPECÍFICO da Covid 19 na FASE 1, com Ivermectina, Hidroxicloroquina e Azitromicina. Solicitamos das autoridades de saúde que DISPONIBILIZEM gratuitamente tais medicações, haja vista a enorme dificuldade econômica de todos, particularmente dos mais pobres, exacerbada pela situação de Pandemia.

Solicitamos atenção especial, particularmente, ao uso da Hidroxicloroquina PRECOCEMENTE em ADULTOS – ainda na FASE 1 da Covid 19, por entender que o mecanismo de ação dessa droga é na FASE DE REPLICAÇÃO VIRAL – e não na fase inflamatória posterior, respeitados os devidos cuidados constantes no Protocolo do Ministério da Saúde.

Lembramos que a Hidroxicloroquina tem atividade antiviral COMPROVADA contra SARS-CoV-2 em cultura de células e é usada há décadas para tratamento de malária e doenças reumatológicas (inclusive durante TODA a gestação, SEM evidências de efeito teratogênico – como também durante a amamentação), sem casos descritos de morte cardíaca no tempo e na dose preconizada pelo MS. Outrossim, lembramos que a Dexametasona (tão comemorada nos últimos dias), vem sendo prescrita por nós, MÉDICOS, desde, pelo menos, janeiro de 2020, tendo, comprovadamente agora, sido a responsável por salvar milhares de vidas, ANTES mesmo da comprovação por trabalhos científicos.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Seguro Saúde

Perdeu seu posto de trabalho?

COVID-19 EPIs

Denuncie quem não paga:

Acompanhe o Sindimed:

    


  • sindimed.com.br ©2019 Todos os direitos reservados.